Top 10: as melhores aberturas de séries americanas

Top 10 aberturas de séries

Sempre fui viciado em televisão. Desde pequeno. E uma das coisas que eu mais esperava na infância, acreditem, era a abertura de uma novela nova. Dia desses, minha querida amiga Hianna fez um post sensacional para o site O Brasil que Deu Certo com os melhores temas desses incríveis momentos introdutórios dos folhetins brasucas. Fiquei inspirado e resolvi tirar do papel, ou melhor, do Bloco de Notas, um ranking, sem ordem, com as aberturas de séries americanas que mais gosto. E como a palavra do momento é top, fiz logo um top 10.


Claro que a escolha foi difícil e tive de deixar muitas de lado, incluindo aquelas que fazem parte das minhas memórias afetivas. Por isso, não se espante com a ausência de The O.C., Charmed ou Six feet under. O critério usado aqui foi a produção como um todo: visual, tema, criatividade, música e adequação à década em que o tal seriado foi ou é exibido. Curte aí, ô da poltrona…




As panteras (1976-1981)


As Panteras


“Era uma vez, três garotas que foram para a academia de polícia…”. Assim, Charlie conta como contratou Sabrina Duncan, Kelly Garrett e Jill Munroe para trabalhar em sua firma num conto de fadas recheado de ação e disfarces mirabolantes.


Nos anos seguintes, com os desfalques do elenco, a abertura de Charlie’s angels, conhecido no Brasil como As panteras, bem mais fodas do que apenas gatas, sofreu algumas modificações para incluir novas agentes.







Barrados no baile (1990-2000)


Barrados no baile


Se no primeiro ano Beverly Hills 90210 tinha uma introdução bem sem gracinha, do tipo série careta para a família classe média americana, na segunda temporada eles imortalizaram o famoso tema TAN RAN RAN TAN RAN RAN RAN (TAN, TAN) em versão com riffs de guitarra e tons dance 90’s hit parade.


Nas imagens, os boys mostravam como eram lindos, mesmo de sunga e pochete, enquanto as meninas abusavam das calças de cintura alta e das franjas cortadas com régua. Amizade, paquera e dramas adolescentes faziam parte desse tio americano de Malhação que tanto nos alegrou na Sessão aventura.







Arquivo X (1993-2016)


Arquivo X


A abertura é bem tosca. Eu reconheço, confesso e assumo. Agora imagine a experiência de assistí-la numa TV de tubo ligada na Record na era pré-HD! Medo era apelido.


ATIVIDADE PARANORMAL


O clima de Além da imaginação aliado a violinos intergaláticos torna essa introdução digna, muito digna, de aparecer nessa lista.


O GOVERNO NEGA TER CONHECIMENTO


Quem é fã da série deve se lembrar das ocasiões surpreendentes em que a frase “A verdade está lá fora” foi trocada, não é mesmo? Além do famoso slogan, apareceram ainda outros títulos de impacto como “Não confie em ninguém” e “Negue tudo”.





Arquivo X - Trust no one




Friends (1994-2004)


Friends


Tenho nem o que dizer. Que o verdadeiro Slim Shady, por favor, se levante e diga que nunca bateu aquelas palminhas depois de So no one told your life was gonna be this way







Sex and the city (1998-2004)


Sex and the city


Vestida com roupas de balé em meio às ruas de Nova York, a colunista Carrie Bradshaw leva uma esguichada de água por um ônibus que ali passava com a foto dela seminua plotada na lateral. Esse versão do pesadelo “fui para a escola pelado/descalço” aliado à musiquinha animada da sequência faz com que a gente até sinta o gosto de um bom Cosmopolitan na boca.


Essa abertura, inclusive, chegou a ser homenageada no primeiro filme baseado na série, lançado em 2008. Quando Carrie faz uma limpa no armário junto das inseparáveis amigas, ela encontra o figurino que usou naquela já icônica introdução. Fofura cheirando a naftalina.










Grey’s anatomy (2005-)


Grey's anatomy


Certo dia, titia Shonda Rhimes, ou algum executivo da ABC, decidiu que a ótima abertura de Grey’s anatomy deveria ser extinta. Provavelmente para eles poderem ter mais tempo de matar nossos personagens favoritos do show (até onde parei, foram cerca de 230). Ainda bem que existe o YouTube e agora podemos fazer esse “tin, tin, tin” da música Cozy in the rocket, do Psapp, quando bem entendermos.







Mad men (2007-2015)


Don Draper


Don Draper tem carro vermelho, não usa espelho para se pentear e é o bom, é o bom, é o bom. Mas nessa sequência enigmática e elegante conseguimos entrar na mente do personagem que, em desenho, passa pelos outdoors da Madison Avenue em queda livre enquanto o resto do mundo desmorona.


Por fim, o encontramos de cigarrin’ na mão e com a garantia de encontrar umas boas doses de genialidade, melancolia e uísque na próxima hora.







True blood (2008-2014)


True blood


Esse Vamp da gringa começou maravilhoso e foi para o buraco? Assim como um copo d’água, isso não se nega a ninguém. Mas aquele minuto e meio ao som de I wanna do bad things with you conseguia até nos fazia até ter esperança.







The americans (2013-)


The americans


A introdução de The americans mostra o mundo ainda dividido entre os Estados Unidos e a União Soviética em plena Guerra Fria. Passada nos anos 1980, a série conta a história de um casal de agentes da KGB que vive na terra do Tio Sam fingindo ser americano para abastecer a Mãe Rússia de informações confidenciais.


Entre Lênin e Ronald Reagan, algumas diferenças culturais entre as duas terras na década perdida são mostradas, junto de câmeras fotográficas analógicas, cossacos e foguetes. Ainda tem colagem de Keri Russell com o famoso picumã que ela ostentava em Felicity (oêô, oêôêô, êa).







The affair (2014-)


The affair


O caso extraconjugal que mexe com a vida de duas famílias, pano de fundo nessa série genial, é mostrado em tons classudos e artísticos nessa abertura. O que faz a diferença aqui é a voz forte e poderosa de Fiona Apple, que transmite toda a dramaticidade necessária para dar o tom da narrativa, uma das melhores da TV atualmente.







Crédito das imagens: Autoaspillo, YouTube, io9, Entertainment Weekly, Nerdist, Papel Pop, Viste La Calle, Spinoff Online, Eric Abel, Nerd Absoluta, Ligado em Série e TV Daily.

Anúncios
Esse post foi publicado em TV e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s