Alma folk

É quase impossível não sentir uma dose de invejinha de Scarlett Johansson. Aos 24 anos, a bela pode se considerar uma atriz veterana. Seu currículo quase impecável possui marcas dos maiores diretores da atualidade como Sofia Coppola (Encontros e desencontros), Cristopher Nolan (O grande truque), Brian De Palma (A dália negra) e Woody Allen, que a transformou em sua nova musa em três produções recentes (Match point, Scoop – O grande furo e Vicky Cristina Barcelona). Como se isso não bastasse, Scarlett resolveu investir também no mundo da música. Junto com Pete Yorn, a multifacetada atriz promove o lançamento do disco Break up.


Scarlett Johansson e Pete Yorn


Em Anywhere I lay my head (2008), sua estreia como cantora, Scarlett prestou homenagem a Tom Waits regravando 10 de suas canções (o disco ainda incluia uma composição dela, Song for Jo). Já em Break up, a dupla Yorn/Johansson inspirou-se nos álbuns gravados por Serge Gainsbourg e Brigitte Bardot na década de 1960.





Gravado em 2006 e mantido em segredo até agora, a produção conta com nove faixas, todas escritas por Pete (com exceção de I am the cosmos). Reza a lenda que os vocais foram gravados em apenas duas tardes, tamanha a afinidade da dupla. “A ideia de duas pessoas vocalizarem seu relacionamento por meio de duetos… eu sempre pensei nisso como um projeto pequeno entre amigos. O disco capturou perfeitamente como minha vida estava naquele momento”, contou Scarlett à revista britânica Parade.





Mesmo com uma limitada capacidade vocal, a bela segura a onda, fazendo as vezes de backing vocal para o vocal seguro de Yorn. Despretensioso, o álbum consegue dosar de maneira certeira o equilíbrio entre uma felicidade contida e doses ligeiras de melancolia, transformando o “rompimento” explicitado no título em uma gostosa aventura.


Embora seus projetos musicais não alcancem a proporção imaginada para uma estrela deste porte, Johansson parece não se importar. Longe de ser reconhecida como uma cantora séria, é quase possível vê-la sentada em um canto, de camiseta surrada e jeans, alheia a estes pensamentos, dedilhalhando o violão e cantarolando macia com todo seu charme.





BREAK UP
Pete Yorn & Scarlett Johansson. 9 faixas (28 minutos). Rhino/WEA.
http://www.myspace.com/scarlettalbum
***

Anúncios
Esse post foi publicado em Música e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s